• Marlova
  • Enzilab
  • Mad Itu

17 de julho de 2020

Tudo começou naquele “não sei” sem convicção, entendido (pelo meu pai) como um sim. Nove meses depois: – Que bebê mais fofo! E dê-lhe selfie no Face, Instagram... Agora eu era o Príncipe (talvez até com poderes de Rei). Proibido me deixar chorar. Liberada a overdose de colo,...

4 de julho de 2020

Estamos numa época de novos desafios, convivência familiar e restrições de vida social. Neste novo normal, possibilidades aparecem no interior dos nossos lares, com a convivência mais contínua entre esposos, irmãos, pais e filhos. Crianças e adolescentes estudando à distância, ficando...

1 de julho de 2020

Dedico este poema ao legado  de Orlando Tischler/Cachoeira do Sul Orlando... No passo das cachoeiras, sobre um cavalo branco Orlando vem galgando. Chapéu panamá, mãos ressecadas, Transpunha a natureza que circundava Cachoeira. É o fim de mais uma jornada. À sombra de um...

2 de junho de 2020

Fui presente, me entreguei... Amei! Acordada, chorei. As lágrimas foram caindo ao encontro do meu “eu” inconformado. Algo indefinido circundou de caos todo meu ser que, num ímpeto, desnudou toda a minha vaidade.  Desembrulhei algumas memórias e percebi que o mesmo “não”, presente em...