• Sicredi
  • Sicoob
  • Valdo
  • Odilon Climatização
  • Açaí da Smurfette
  • Mad Itu

22 de janeiro de 2024

Alugar casa ou apartamento de temporada para as férias é uma boa e acessível opção de hospedagem, não importa qual estilo de viagem seja. Isso porque essa modalidade oferece muito conforto, privacidade, economia e segurança.
Atualmente, com toda essa tecnologia, é muito fácil e rápido realizar reservas de imóveis de temporada. Entretanto, com toda essa facilidade, também aumentam os riscos de cair em golpes de pessoas mal-intencionadas na internet.
É preciso tempo e paciência para encontrar o imóvel adequado e fazer algumas pesquisas para não cair em algum golpe e curtir as férias sem estress. Para evitar fraudes, é recomendado:

Alugar casa ou apartamento de temporada para as férias é uma boa e acessível opção de hospedagem, não importa qual estilo de viagem seja. Isso porque essa modalidade oferece muito conforto, privacidade, economia e segurança.
Atualmente, com toda essa tecnologia, é muito fácil e rápido realizar reservas de imóveis de temporada. Entretanto, com toda essa facilidade, também aumentam os riscos de cair em golpes de pessoas mal-intencionadas na internet.
É preciso tempo e paciência para encontrar o imóvel adequado e fazer algumas pesquisas para não cair em algum golpe e curtir as férias sem estress. Para evitar fraudes, é recomendado:

1. Pesquise sobre a propriedade e sobre o anunciante .
Quanto mais informações encontrar, melhor será. Se o imóvel estiver disponível em mais de um portal de locações por temporada compare as informações e
verifique se elas estão iguais em todos os
portais. Pesquise sobre o imóvel e anunciante.
Verifique informações de contato, a descrição do anúncio e as fotos do imóvel. Além disso, se atente também se a plataforma em que o imóvel está sendo anunciado é de confiança.
2. Desconfie de qualquer sinal anormal na comunicação.
Uma das formas de identificar fraude é na hora de se comunicar com o suposto anunciante. É muito comum que golpistas tenham mensagens repetitivas ou sem nexo durante a conversa. Além disso, solicitações anormais também são indicativas, como pedir o código do cartão, conta bancária etc. Fique atento, não tenha pressa de confirmar a reserva, se tiver muita pressão e urgência para o pagamento, desconfie.
3. Realize o pagamento dentro da plataforma de reserva.
É muito fácil fazer o pagamento de qualquer coisa pela internet. Apesar dessa facilidade, é preciso ter muito cuidado, por isso, a forma mais segura é realizar o pagamento através do site que está anunciando o imóvel. Diversas plataformas aderiram essa forma de pagamento para trazer mais segurança aos viajantes. Assim, tem total garantia de segurança do site e confidencialidade em seus dados.
4. Analise as avaliações e comentários do imóvel
As avaliações do anúncio são muito importantes e podem ajudar na hora de decidir alugar o imóvel. É por meio das avaliações que verá se outros hóspedes tiveram uma experiência positiva ou não no imóvel.
5. Desconfie de alguns sinais
Finalmente, existem algumas situações que devem ser verificadas com bastante atenção, pois podem ser um sinal de que a oferta de aluguel de temporada é uma fraude. Alguns exemplos comuns são:
– ofertas com valores muito baixos;
– falta de informações detalhadas do imóvel;
– solicitação de pagamento antecipado, sem garantias;
– falta de fotos ou vídeos da parte interna do imóvel;
– excesso de insistência para pagamento instantâneo
O que fazer se cair no golpe?
Algumas medidas que podem ser tomadas para minimizar os danos e buscar soluções para reduzir o prejuízo.
fazer um boletim de ocorrência – dirija-se à delegacia mais próxima e registre um boletim de ocorrência relatando detalhadamente o golpe. Isso documenta legalmente a situação;
notificar à plataforma – informe imediatamente a plataforma de aluguel online sobre o ocorrido. Forneça todos os detalhes do anúncio fraudulento, da comunicação com o locador e dos pagamentos efetuados;
contatar os bancos – se os pagamentos foram feitos por transferência bancária, entre em contato com seu banco para relatar a fraude. Eles podem orientar sobre as melhores medidas a serem tomadas;
pedir reversão de pagamento – se o pagamento foi feito por meio de cartão de crédito, entre em contato com a administradora do cartão para relatar a fraude. Algumas operadoras oferecem procedimentos para reverter transações fraudulentas;
denunciar aos órgãos de defesa do consumidor – registre reclamações nos órgãos de defesa do consumidor, como o Procon. Esses órgãos podem intervir em casos de violações de direitos do consumidor.